Muito se tem falado sobre proatividade, principalmente no ambiente corporativo. Todos querem trabalhar com profissionais proativos, querem ser chamados de proativo, mas afinal de contas o que isso quer dizer?

A definição dada pelo dicionário é: Pessoa que pensa e age antecipadamente; que, por antecipação, adota medidas para evitar ou resolver problemas futuros.

A proatividade é uma das habilidades mais complexas, e com certeza é a que proporciona maior destaque para o profissional, uma vez que consegue propor melhorias e trazer resultados visíveis para sua área.

Vamos entender a proatividade na prática!

É uma habilidade complexa, por que na verdade é um conjunto de três habilidades.

Analise Crítica é a capacidade de avaliar uma situação de forma coerente de acordo com as normas, histórico, consequências, e com foco no resultado esperado.

Tomar uma decisão, quer dizer fazer uma escolha e assumir os riscos e consequências. Vamos combinar que nem sempre é uma tarefa fácil. Temos mais facilidade para tomar decisões referentes a assuntos dos quais temos domínio, mas mesmo assim, sempre é um o risco. Quem toma a decisão acaba tornando-se responsável pelas consequências e por isso muitas vezes as pessoas preferem “distanciar-se” dessa responsabilidade.

E para finalizar com chave de ouro, entrar em ação. Tomar as devidas providencias, falar com quem tem que ser falado, mudar o que tem que ser mudado.

Muitas pessoas conseguem analisar os problemas, e até tem ideias do que pode ser feito para conseguir as melhorias, mas poucas pessoas transformam essas ideias em ação.

Vamos usar um exemplo bem genérico e que afeta a todos. Quantas vezes você já criticou as politicas publicas adotadas pelo governo? Quantas vezes em momentos de indignação você até chegou a pensar em projetos e ações que melhorariam as coisas? Mas quantas vezes você apresentou essas ideias aos líderes políticos? Quantas vezes você agiu de forma a contribuir com a melhoria?

Usei o exemplo da politica para ilustrar, mas isso acontece no trabalho e na nossa vida pessoal. Sabemos quais são os problemas, conseguimos pensar em soluções, mas muitas vezes evitamos colocar em prática nossas ideias. Seja por medo do que os outros vão pensar, seja por comodismo porque deixar do jeito que está gasta menos energia, ou até porque pensamos que não é nossa responsabilidade resolver esse problema.

Não é atoa que a proatividade está entre as competências essências dos profissionais de sucesso.

Que tal começar a pratica-las?

Segue algumas dicas

  1. Olhe suas responsabilidades e pergunte a si mesmo: Quais tarefas são regulares? Quais vêm em grande quantidade? Quais precisam de atenção assim que chegam?
  2. Faça uma análise de como executar as tarefas com mais eficiência. Crie um plano ou rotina para realizar a tarefa; distribua as atribuições, recrutando e instruindo outras pessoas para tarefas grandes ou urgentes; procure passos que possam ser eliminados ou reduzidos; colete todas as informações necessárias antes de iniciar o projeto.
  3. Antecipe os problemas e desenvolva soluções alternativas.
  4. Busque resolver os problemas, ao invés de deixá-los no projeto.
  5. Adiante o que é menos urgente e tarefas diárias.
  6. Saiba definir o que é prioritário.
  7. Elimine o que for desnecessário. Algumas coisas não precisam ser feitas ou não precisam ser feitas por você. Saiba delegar responsabilidades e não desperdice seu tempo em coisas que não são necessárias.
  8. Avalie o que realmente funciona e o que não funciona enquanto executa um processo ou procedimento.
  9. Tente antecipar as necessidades e o que você vai precisar saber realizando um planejamento do projeto.
  10. Pense de maneira criativa. Faça anotações, armazene ideias, coloque as ideias em ação, observe e absorva tudo o que acontece a sua volta, ao conversar com outra pessoa faça com que ela se sinta importante.

0 comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mande- nos uma mensagem no WhatsApp